10 Dicas Para um Currículo Nota 10 (Aumente as Chances de Conseguir Emprego)

Confira algumas dicas para deixar melhorar seu currículo e fazer com que as empresas briguem por você

Você tem um bom currículo e ainda assim não é chamado para entrevistas? Bem, seu currículo pode conter informações em excesso ou, pior, não conter as informações fundamentais para determinadas vagas.

Por isso, fizemos uma lista com dez dicas para você melhorar seu currículo. Tem de tudo um pouco: desde ficar de olho ao Português, a organizar as informações de forma eficaz e até mesmo mostrar ao recrutador que você se preocupa com as mudanças do mercado e busca atualizar-se.

Leia as dicas e prepare-se para a próxima entrevista.

1. Fique atento ao Português

Um bom currículo não é apenas aquele que contém diversas experiências e bons projetos, mas aquele que é, principalmente, bem escrito e sem erros de português.

Além do mais, fique atento para  as palavras certas a serem utilizadas no seu curriculum vitae.

2. Cuidado com as redundâncias

“Habilidades” que você adquiriu ou “Aquisição de talentos” são informações que devem ser colocadas no currículo com muito cuidado.

Isso porque estas informações não dizem muita coisa quando não são bem explicadas e, segundo, porque se você já trabalhou em outras empresas provavelmente adquiriu uma série de talentos, o que torna esta informação redundante.

A dica é: ao descrever suas experiências e habilidades, seja bem específico e detalhista. Do contrário, isso pode causar efeito indesejado, fazendo com o que seu currículo seja descartado antes mesmo da entrevista.

3. Formate seu currículo a sua maneira

O que mais existem na internet são modelos de currículos prontos, porém, o ideal é que você adeque seu currículo a seu perfil profissional.

Por exemplo, se você é designer ou publicitário, vale apostar em um layout mais inovador; se você é advogado, aposte na sobriedade; se troca muito de emprego, fique longe dos formatos de currículo cronológicos.

Aqui vale adequar o currículo à sua realidade.

4. Seja minucioso

Alguns detalhes são importantíssimos para melhorar seu currículo e fazem toda a diferença. Por exemplo, o seu email precisa ser o mais profissional possível.

Então, nada de colocar no email algo do tipo “gatinha29@…”. Se você não tem um email profissional crie um. O ideal é que seja seu nome e um sobrenome.

O mesmo vale para o número de celular. Se você tem três ou quatro números, coloque apenas um.

É o suficiente!

5. Faça uma pequena apresentação

Antes mesmo de listar suas experiências, faça uma pequena apresentação, colocando sua formação, a área de atuação em que você tem mais experiência e o cargo pretendido.

Lembre-se: é a apenas um breve relato. Seja objetivo sem ser superficial!

6. Destaque pontos importantes

Destacar as escolas que você estudou, as universidades que se formou e cursos de extensão e/ou idiomas é muito importante para mostrar para o recrutador que você possui muito mais que habilidades práticas.

As empresas nas quais você atuou também devem ser destacadas. Facilite a vida do recrutador e mostre de cara os locais por onde você passou e adquiriu conhecimento.

7. Detalhe os cursos que você fez

Não coloque apenas o nome do curso e a instituição que organizou o mesmo. É importante você colocar a duração do curso, bem como suas possíveis vertentes.

Quem possui poucos cursos, deve listar todos eles, já quem possui muitos deve colocar apenas os mais relevantes para a vaga que esteja concorrendo.

8. Organização é fundamental

Tão importante quanto ter informações claras e português correto, ter as informações organizadas é outro fator que faz com que seu currículo seja avaliado de forma positiva.

A organização ideal, indicada por quem entende do assunto é, nesta ordem: dados pessoais, objetivo + perfil, formação e experiência (sempre em ordem cronológica decrescente); cursos, idiomas e premiações.

9. Coloque suas experiências extra-curriculares

Nem todo mundo dá importância aos seminários, congressos e palestras nos quais participou.

Se você participou destes eventos, coloque-os no seu currículo, isso mostra que você se esforça para manter-se atualizado e busca aperfeiçoamento e aprendizado contínuo.

Caso tenha feito algum tipo de trabalho voluntário, também é altamente recomendado inserir essa experiência.

Descreva-os de forma objetiva, listando-os dos mais recentes aos mais antigos. As informações mais preciosas para eventos são: Nome do evento, data, local, instituição organizadora e carga horária. Se for uma palestra, cite o nome do palestrante.

10. Mantenha seu currículo atualizado

Tenha em mente que seu currículo deve ser sempre atualizado, isso porque, nunca se sabe quando alguém irá solicitá-lo.

Deixar para atualizá-lo em cima da hora pode fazer com que você esqueça de informações importantes ou deixe passar pequenos erros de Português.

A boa estratégia é atualizar o currículo a cada mudança de emprego, ou novas atribuições de trabalho ou até mesmo quando concluiu um novo curso. Outra dica importante é colocar data em seu currículo.

Como os recrutadores costumam fazer um banco de talentos, eles precisam saber o quão atualizadas estão as informações que tem nas mãos. Você pode colocar apenas o mês e o ano da última atualização.

Esta informação deve aparecer no pé da página do currículo.

O que achou das dicas? Deixe seu comentário!

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *